Homem acusado de tentar matar ex-esposa e sogros enfrenta júri hoje

Jandir Kownasky investiu de faca e facão contra as três vítimas no dia 08 de março de 2017

09 de Março de 2018

O julgamento de Jandir Kownasky, um ano e um dia depois do crime, terá início ás 09 horas no Fórum da comarca de Pinhalzinho e deve se estender durante o dia. O promotor Edisson de Melo Menezes acredita que os trabalhos serão encerrados até o final da tarde ou começo da noite. Kownasky está sendo acusado de tentar matar sua ex-companheira e seus sogros no dia 08 de março de 2017. Os três ficaram gravemente feridos e hospitalizados por vários dias.
O FATO
Jandir Kownaski tinha um relacionamento com Neide Werle, de 22 anos, com quem tinha uma filha de seis anos. Segundo vizinhos ouvidos pela RCO, o relacionamento havia terminado há poucos dias e ele não aceitava a decisão da companheira. No dia 08 de março de 2017, o autor chegou de taxi, desembarcou do veículo, liberou o taxista, de depois uma rápida conversa, investiu contra Neide desferindo vários golpes de faca ou facão no quarto dela.
Na sequência, investiu contra a sogra Geice Werle, de 51 anos, que possivelmente tentou proteger a filha. Em seguida também atacou o sogro Aloisio Werle, de 57, lhe ferindo gravemente pelo corpo, na cabeça e nos braços, e fugiu se embrenhando na mata que fica aos fundos da residência. A filha do casal, de seis anos, não estava em casa.
No local, a reportagem da RCO conversou com Seu Gabriel, de 72 anos, vizinho que foi o primeiro a chegar no local ao ouvir gritos de socorro de Dona Geice.
No local, segundo ele, encontrou Neide, ex-companheira de Jandir, completamente ensanguentada e desmaiada no quarto. Depois foi informado pela mulher que o marido também estava ferido e teria fugido para o galpão, onde ele encontrou Seu Aloisio com vários golpes de faca profundos na cabeça e na boca.
Dona Cleci, outra vizinha, também foi uma das primeiras a chegar no local e acionou os bombeiros. A filha do casal, de seis anos, não estava em casa.

Últimas notícias