Mulher de Maravilha dá à luz durante coma por causa do Coronavírus

A advogada conheceu Maria Luiza por chamada de vídeo após acordar na UTI

23 de Fevereiro de 2021

 

A advogada de Maravilha, Danúbia Leida de 38 anos somente teve a oportunidade de conhecer a filha recém-nascida após 17 dias do parto e por vídeo chamada. A moradora do Oeste ficou sedada em uma Unidade de Terapia Intensiva, devido ao agravamento do seu quadro de saúde em decorrência do Coronavírus.

Através das redes sociais neste mês, a moradora escreveu uma postagem agradecendo a quem esteve com ela no momento difícil e contando um pouco da sua história de superação, em outubro do ano passado.

- “Quem esteve na UTI por dias, e nas mãos desses profissionais que trabalham incansavelmente, sabe que ocorre um apego sim, entre paciente e enfermeiros, médicos. Eu sei o quanto é comemorado a alta hospitalar pelos que estão na linha de frente. Eu venci a COVID!”, ressaltou.

Para o G1, Danúbia disse que foi transferida às pressas para um hospital de Chapecó. No local, piorou novamente e teve quer ser intubada. Foi então que a equipe médica, com a autorização do marido, resolveu fazer a intervenção cirúrgica (cesárea). A bebê chamada Maria Luiza estava com oito meses.

- “Histórias que conto, do quão sofrido foi, mas também da felicidade por estar viva, por estar com as pessoas que amo, pelas amizades que fiz, pelos rostos que lembrarei para sempre, o carinho o cuidado e as orações que vieram de dentro e de fora do hospital, dos conhecidos e dos que não faço ideia de quem são! Gratidão eterna a todos! “.

 

 

Últimas notícias