Motoqueiro transporta criança e grávida; todos estavam sem capacete

A infração é caracterizada como gravíssima

13 de Outubro de 2021

 

A Polícia Rodoviária Federal flagrou uma situação de extremo risco em Salvador, durante atividades da Operação Nossa Senhora Aparecida.

Equipe da PRF realizava fiscalização de trânsito na altura do quilômetro 604 da BR-324, quando visualizaram o condutor de uma motocicleta Honda/CG 125 transportando uma criança e uma mulher grávida sem qualquer equipamento de segurança.

Os PRFs, percebendo a situação clara de perigo, interceptaram o veículo e constataram que o condutor não possuía carteira de habilitação. Além disso, a moto estava com o licenciamento atrasado e com o sistema de iluminação alterado, pois utiliza lâmpada LED.

Vale ressaltar que transportar criança menor de 10 anos em motocicleta caracteriza infração de natureza gravíssima.

O infrator, foi autuado e os policiais rodoviários federais emitiram as notificações previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) da Lei 9.503/97.

 

Últimas notícias

6

Cadela maltratada vira mascote da PRF em Concórdia e tem 12 filhotes

Entre as famílias que adotaram os pets está a de Nilyan Pacheco, de 7 anos ...leia mais
Há 1d