Faculdades particulares querem que estado repasse mais recursos para bolsas do Uniedu

As intuições particulares recebem 10% dos recursos destinados as bolsas de estudo do Uniedu

Há 4d
  • Ouvir

    Faculdades particulares querem que estado repasse mais recursos para bolsas do Uniedu

  • O Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina promoveu um debate sobre os resultados do Plano Estadual de Educação, que prevê, dentre outras metas, o atingimento de 55% de matrículas brutas em jovens de 18 a 24 anos. Conforme o diretor da Horus Faculdades e Presidente da Associação das Faculdades Particulares de SC (AMPESC), Cesar Lunkes, o percentual não foi atingido.

    — O resultado alcançado foi de apenas 42%, ainda assim 70% destes estudantes estão matriculados em instituições particulares, quando a meta previa que ela fosse cumprida por matrículas em instituições públicas e comunitárias. Lunkes comenta ainda que para o cumprimento da meta 15, que se refere a Formação de professores para educação básica, 70% dos alunos de cursos de Licenciatura estão matriculados em faculdades particulares.

    Durante a reunião do colegiado, foi levantado pela AMPESC a necessidade de rever a revisão dos critérios de distribuição de recursos do Programa UNIEDU, que deve contemplar alunos carentes que queiram estudar em uma instituição de sua escolha. “Hoje apenas 10% dos recursos previstos para bolsas de estudos do UNIEDU são destinados aos alunos de instituições privadas, que representam 70% do volume de alunos pagantes em Santa Catarina. Distribuir somente 10% dos recursos para 70% dos alunos é uma injustiça completa, por conta da desatualização da legislação”, explica o presidente da AMPESC.

     

    Últimas notícias