Combate à Dengue: Após Força Tarefa proprietários podem ser multados em União do Oeste

A ação envolveu todos os servidores municipais, autoridades municipais alunos

21 de Setembro de 2019

Na manhã de quinta-feira (19) a Administração Municipal juntamente com a Sala da Situação da Dengue, realizaram a Força Tarefa “Juntos Somos Mais Fortes”, para combater o mosquito Aedes Aegypti. 

A ação envolveu todos os servidores municipais, autoridades municipais e a Escola Estadual São Luiz, contando com o apoio da Vigilância Sanitária, Defesa Civil Municipal, Secretaria Regional de Saúde de Chapecó e a DIVE - Diretoria de Vigilância Epidemiológica. Para monitorar os locais de difícil acesso foi utilizado trabalhos de drone, da C&G Drones.

Segundo o relatório apresentado, um dos maiores problemas encontrados durante as visitas das equipes, foi o acúmulo de lixo em alguns locais. Conforme a enfermeira Márcia Pulter da Unidade Básica de Saúde, mesmo com a diminuição do problema em relação aos anos anteriores, é preciso maior colaboração da população para a limpeza dos terrenos e locais que possibilitam a proliferação do mosquito.

Após a realização dessa ação de conscientização e alerta, os trabalhos vão continuar pela profissional de endemias que estará fiscalizando e notificando os proprietários de terrenos que não solucionarem seus problemas. Caso não surja efeito a notificação, a vigilância sanitária será acionada para os procedimentos cabíveis de acordo com a Lei Municipal Nº 1044, que prevê multas.

Conforme a Bióloga da Regional de Saúde de Chapecó, Adriana Gonçalves de Villa, presente com sua equipe e apoiando a Força Tarefa, o combate à dengue é uma responsabilidade dos órgãos públicos e de toda população. Destaca que o município de União do Oeste está de parabéns pela iniciativa de mobilizar todos os setores da Administração Pública, num momento de conscientização e alerta juntos á comunidade.  “ Espero que essa ação sirva de exemplo para outros municípios da região, visando a saúde e estarmos livres do aedes aegypti”,lembra Adriana.

Últimas notícias