Campanha nacional contra o sarampo já começou em Pinhalzinho

Na primeira etapa serão imunizadas crianças menores de cinco anos, a partir dos seis meses de idade

08 de Outubro de 2019
  • Ouvir

    Campanha nacional contra o sarampo já começou em Pinhalzinho

  • O sarampo é uma doença altamente transmissível, onde uma pessoa contagiada pode infectar em média de duas a dezoito pessoas não vacinadas. Considerada uma doença grave, o sarampo se não for tratado pode levar os pacientes a cegueira, diarreias graves, encefalite, pneumonia e até a óbito. Em 2016, o Brasil estava considerado livre do vírus do sarampo, mas a partir de 2018, os casos voltaram a ser registrados. Devido a este cenário, o Ministério da Saúde lançou na segunda-feira (7) a campanha nacional de vacinação contra o sarampo.

    Com casos já registrados no estado de Santa Catarina, a Secretaria da Saúde de Pinhalzinho também deu início a campanha, dividida em duas etapas. Até o próximo dia 25 de outubro serão imunizadas crianças menores de cinco anos, a partir dos seis meses de idade. A segunda etapa irá atingir jovens de 20 a 29 anos de idade, de 18 a 30 de novembro. “Essa é uma campanha seletiva, quer dizer, quem já possui a vacina não precisa revacinar, mas para nós saber, precisamos que essas pessoas venham até a sala com o cartão de vacinar para conferirmos”, explica a responsável pela sala de vacinas Ivani Dewes.

    Durante a campanha a Secretaria da Saúde fará dois dias D de vacinação; um em 19 de outubro com as crianças e o outro no dia 30 de novembro para os jovens. “Esses casos vem aumentando cada vez mais até os dias de hoje, por isso, temos que vacinar esses dois públicos que são de risco. Os jovens são os considerados com o menos número de vacinas aplicadas”, pontua.

    Para se imunizar, as pessoas precisam ir até a sala de vacina, no Centro de Especialidades no Bairro Divinéia, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h. Todas as quintas-feiras o atendimento é até as 19h, e nos Dia D de vacinação, terá atendimento das 8h até as 17h, sem fechar ao meio dia.

    Últimas notícias