Cooperados do Sicoob Creditaipu podem solicitar Plano Safra 2020/2021 a partir desta quarta (1)

Uma mudança do novo Plano Safra foi o limite do Pronaf Coletivo, agora de R$ 330 mil por agricultor

30 de Junho de 2020
  • Ouvir

    Cooperados do Sicoob Creditaipu podem solicitar Plano Safra 2020/2021 a partir desta quarta (1)

  •  

    O Plano Safra 2020/2021 foi lançado nas primeiras semanas de junho, mas os agricultores podem encaminhar o crédito rural a partir desta quarta-feira (1), quando inicia a vigência do ano agrícola. O Sicoob Creditaipu está preparado para atender os cooperados que necessitarem do dinheiro para o custeio agrícola. O gerente financeiro da agência de Pinhalzinho, Cristian Albani, disse que não houve grandes mudanças no plano, mas que teve alterações nas taxas juros.

    “O volume de recursos desse Plano Safra foi maior do que o anterior, foram disponibilizados R$ 236,3 bilhões de recursos. Eles serão distribuídos entre juros controlados, livres, recurso para o seguro rural e apoio a comercialização. Tivemos redução nas taxas de juros em todas as linhas. Para o Pronaf, na safra anterior as taxas eram de 3% e 4.6%, já neste ano, os juros serão 2,75% e 4%.

    Os prazos para o pagamento do financiamento não sofreu mudanças e o agricultor poderá quitar o débito em 10 anos. Uma mudança do novo Plano Safra foi o limite do Pronaf Coletivo, que passou de 165 para 330 mil reais por agricultor. O produtor rural pode contratar o programa, onde uma ou mais pessoas se reúnem para fazer o financiamento coletivo. Já no Pronamp, na qual é uma linha de crédito destinada aos médios produtores rurais, as taxas também reduziram. No custeio, reduziu de 6% para 5% e no investimento de 7% para 6%.

    Conforme Cristiano as linhas de investimento, via BNDS tiveram redução. O Governo Federal injetou mais recursos na linha Moderfrota. “Ele estava com um juro de 8.5% e baixou para 7.5%. O enquadramento para acessar foi modificado, até a safra anterior, o produtor não poderia ter uma receita bruta agropecuária no ano maior que 90 milhões de reais e agora ela baixou para 45 milhões no ano safra.  

     

    Últimas notícias