Após testes em humanos, Rússia quer começar a distribuir vacina contra o coronavírus em agosto

Produção em massa da injeção em laboratórios privados deve ocorrer em setembro

13 de Julho de 2020

A Rússia anunciou, nesta segunda-feira ,13, que a parte da fase de testes clínicos (em humanos) da vacina contra o coronavírus desenvolvida por iniciativa do governo obteve sucesso. Com isso, a expectativa é de que a imunização comece a ser distribuída entre 12 e 24 de agosto.

Segundo informações do site Uol, testes bioquímicos da vacina devem ser feitos, mas o Ministério da Saúde russo pretende finalizar o processo até setembro. No mesmo mês, deve ser iniciada a produção da vacina em massa por laboratórios privados, conforme Alexander Gintsburg, diretor do Centro Nacional de Pesquisa para Epidemiologia e Microbiologia Gamalei.

Os testes clínicos da injeção russa começaram em junho, com 38 voluntários entre 18 e 65 anos, reunidos pela Universidade Sechenov. Parte deles receberá alta nesta quarta-feira (15), quando completam 28 dias em isolamento. A medida foi tomada para proteger os participantes de outras infecções. Eles ainda serão monitorados por mais seis meses.

 

Informações: UOL

Últimas notícias