Desmantelada no Oeste quadrilha especializada em compras fraudulentas na internet

Chama atenção o fato de um dos suspeitos ter zombado da vítima

31 de Julho de 2020

A Polícia Civil por meio de força-tarefa composta pelas Delegacias de São Carlos, Coronel Freitas, Planalto Alegre e Cunhataí e pelo Núcleo de Inteligência, sob a coordenação do delegado André Beckman, desmantelou uma quadrilha especializada em compras fraudulentas pela internet.

O estelionatário enganava as vítimas enviando um comprovante de depósito falso e afirmando que o dinheiro estaria disponível em suas contas correntes apenas no dia seguinte, mas que o bem "comprado" deveria ser entregue ao transportador indicado no mesmo dia do envio do documento.

O transportador, então, levava o bem até outros dois suspeitos no Rio Grande do Sul.

A investigação ainda apontou que a quadrilha agiu em Coronel Freitas e em Xanxerê. Além disso, a Polícia tomou conhecimento que uma vítima de Águas de Chapecó acabara de entregar uma motocicleta ao transportador, que estava de saída para o Rio Grande do Sul.

A Polícia Civil passou a acompanhar o transportador, que se dirigiu ao Município de Ipê/RS, a 341km de Chapecó. Horas depois da chegada do transportador, os suspeitos chegaram ao local conduzindo um FIAT/PUNTO. Em seguida, os veículos se dirigiram para um local ermo nas proximidades.

A Polícia Civil acompanhou de perto a movimentação. No exato momento em que dois suspeitos começaram a descarregar a motocicleta, foram abordados e presos em flagrante por estelionato.

No local da prisão, além da Motocicleta, avaliada em R$ 13.000,00, ainda foi localizada uma plantadeira, avaliada em R$56.000,00, obtida mediante o mesmo golpe praticado em Xanxerê, dias atrás. Também foi apreendido o valor de R$ 1.455,00 em espécie.

Chama atenção o fato de um dos suspeitos ter zombado da vítima que acreditou no comprovante falso, classificando-a de "burro de acreditar num comprovante". A dupla de suspeitos foi conduzida para a central de plantão do Município de Vacaria/RS, onde foi lavrado o respectivo auto de prisão em flagrante. A motocicleta foi restituída para a vítima em Águas de Chapecó.

Últimas notícias