Mesmo com pandemia e restrições vendedores ambulantes podem trabalhar em Pinhalzinho

A vigilância sanitária explica que os vendedores precisam cumprir as normas sanitárias vigentes

06 de Agosto de 2020
  • Ouvir

    Mesmo com pandemia e restrições vendedores ambulantes podem trabalhar em Pinhalzinho

  • Em meio a pandemia causada pelo novo coronavírs a venda de produtos e objetos por ambulantes de outras regiões está autorizada em Pinhalzinho. Para isso, os vendedores precisam cumprir algumas medidas para evitar a propagação da Covid-19, como: utilizar máscara e respeitar o distanciamento com os consumidores. A Vigilância Sanitária ressalta que fica proibido provar mercadorias ou consumir alimentos oferecidos para degustação.

    - Eles podem sim circular no município, pois, a proibição é inconstitucional. Precisam estar utilizando máscara cobrindo boca e nariz, como o restante da população. Deve-se mantar o distanciamento e evitar fazer a prova de produtos ou frutas que são oferecidas para degustação. Após tocas nas mercadorias é necessário fazer a higienização das mãos. Eles precisam seguir todas as normas sanitárias vigentes, assim como o comércio geral adotou – explica a fiscal da vigilância sanitária Vanessa Stein.

    Caso os ambulantes não cumpram as normas ou não tenham a licença para trabalhar, a população pode denunciar, informando o setor de tributação da prefeitura ou a vigilância sanitária.

    Últimas notícias