Conheça o papel da Polícia Civil catarinense no combate a corrupção

Entrevista com o delegado responsável pela repressão a esses crimes

16 de Setembro de 2020
  • Ouvir

    Conheça o papel da Polícia Civil catarinense no combate a corrupção

  •  

    A corrupção no Brasil é algo bastante complexo. Corrupto é sempre o outro. Mas, na realidade do dia a dia, mesmo sem perceber ou admitir, uma pessoa pode fazer parte disso, como por exemplo: ao furar a fila em uma agência bancária, comprar o resultado de um concurso, oferecer algo para obter vantagens, entre outras atitudes do cotidiano.

    Em Santa Catarina, a Polícia Civil vem desempenhando sua função, e realizando investigações de envergadura, como a compra dos respiradores fantasmas. Entrevistamos o Delegado e Coordenador Estadual das Delegacias Especializadas na repressão a esses crimes Rodrigo Schneider, que fala mais sobre o assunto.

    - “estamos realizando investigações de envergadura no combate à corrupção, tais como as operações Disruptiva, Adonhiram, Sutura, O2 – Oxigênio, Seival, Curto Circuito e outras”, explanou.

    Com a proximidade das eleições, alguns candidatos compram votos, a autoridade policial salienta que isso gera um receio, mas a aquisição de materiais e insumos para o controle do coronavírus pelas prefeituras seguem sendo observadas.

     

     

    Últimas notícias