Idoso perde R$ 40 mil ao transferir dinheiro que pensava ser para o filho

Após troca de mensagens o perfil falso do WhatsApp, indicou o número da conta bancária

Há 5d

 

Um homem de 66 anos teve prejuízo de R$ 40 mil ao realizar transferência de valores, quando pensava estar transferindo dinheiro ao filho. A vítima recebeu mensagens, através do aplicativo WhatsApp, onde o mesmo solicitava auxílio financeiro para aquisição de um veículo.

Após troca de mensagens o perfil falso do WhatsApp, indicou o número da conta bancária para transferência. Inicialmente foi realizada a transferência de R$ 12 mil. Após novo contato, foi realizada a transferência de R$ 28 mil.

Como funciona o golpe

O golpe começa a ser aplicado quando os bandidos criam um perfil de WhatsApp com a foto de determinada pessoa, possivelmente encontrada em redes sociais. Por meio do aplicativo de mensagens instantâneas, os criminosos entram em contato com amigos e familiares da pessoa, passando-se por ela. Os golpistas informam que o número de WhatsApp mudou e, após algumas trocas de mensagens, pedem uma transferência bancária. A ajuda financeira é solicitada com histórias diversas. No caso de Maravilha, o filho (perfil utilizado pelo criminoso) solicitou ajuda financeira ao pai (vítima) para aquisição de um veículo.

Previna-se

A Polícia Civil alerta para as informações, expostas em rede social de caráter aberto, as quais podem servir de informação sensível a fim de persuadir familiares, amigos e clientes.

Esse método é conhecido como "engenharia social", quando os criminosos buscam informações pessoais sobre as vítimas para enganar pessoas conhecidas. Por se tratar de uma abordagem sofisticada, recomenda-se muita atenção com pedidos de dinheiro via aplicativos e mensagens de texto. 

 

 

Últimas notícias