PM de SC prende pai que mantinha filha trancada em cárcere privado

A menina foi encontrada atrás de um roupeiro emocionalmente abalada

22 de Outubro de 2020

 

Na quarta-feira (21), aproximadamente às 8h40, a Polícia Militar prendeu um homem em Itajaí. Os policiais militares foram acionados via Central Regional de Emergências para auxiliar um Oficial da Justiça no cumprimento de um mandado de busca e apreensão de uma menor de idade que estava na residência do pai.

Conforme acordo judicial, o pai buscava a filha na sexta-feira e deveria entregá-la na segunda-feira até às 18h, a cada 15 dias, porém a mãe comunicou que o ele não a entregou, não ligou para informar e não atendia os telefonemas.

A mesma entrou com pedido de busca e apreensão e disse possuir medida protetiva de urgência contra seu ex-companheiro, devido agressões sofridas durante e depois da união, e que a menina faz acompanhamento psicológico semanal em razão dos traumas por ver a progenitora sendo agredida pelo pai.

No local, o suspeito não abriu a porta mesmo com inúmeras tentativas, então um chaveiro foi acionado e a porta foi aberta. Após buscas na residência, foi visto um cômodo trancado e ao ser chamado, ele disse estar no banho e quem ninguém podia entrar em sua casa sem mandado. Posteriormente o documento foi mostrado a ele.

Após um tempo, o morador saiu do quarto, mas cada vez que saía, trancava a porta e impedia a verificação do local. Ao ser indagado sobre a filha, afirmou que ela não estava no local, retornou ao quarto e se trancou novamente, então foi necessária a entrada forçada e técnicas de imobilização, pois o homem partiu contra a guarnição. A menina foi encontrada atrás de um roupeiro emocionalmente abalada, chorando e pedindo socorro para sair.

O homem foi preso e encaminhado para os procedimentos cabíveis.

Últimas notícias