Ladrão especialista em escalar muros e cercas de prédios em Pinhalzinho foi preso nesta quinta

Ele foi encaminhado ao Presídio de Chapecó

19 de Novembro de 2020

A Polícia Civil de Pinhalzinho prendeu na tarde desta quinta-feira (19), o suspeito da prática de furto realizado na madrugada do último dia 12, em um edifício próximo na esquina da Avenida Brasília com a Porto Alegre. O rapaz tem 18 anos atualmente, mas quando era de menor de idade, praticou vários furtos em Pinhalzinho. A especialidade dele é escalar muros e cercas e entrar nos apartamentos pela sacada.

Na madrugada de 20 julho de 2019, ele furtou um veículo de um condomínio localizado na Av. Porto Alegre, no Centro. O então adolescente escalou três andares do prédio onde a vítima residia, entrou pela sacada do apartamento e pegou a chave do carro, um Corolla branco, levando-o consigo e o abandonando após um tempo.

No dia seguinte, também de madrugada, ele escalou até o segundo andar de outro prédio localizado na Av. Porto Alegre, descendo até a garagem do condomínio e de lá subtraiu duas bicicletas, das quais uma foi recuperada.

Dias depois ele escalou até o segundo andar de um hotel de Pinhalzinho e de lá subtraiu 3 televisores, dos quais um foi recuperado. Outro furto por ele praticado junto de um comparsa, onde entrou pela janela de uma empresa localizada no Bairro Nova Divineia e subtraiu cerca de 300 reais em espécie, tendo certa quantia sido recuperada na sua posse.

Depois disso foi decretada a sua internação provisória, ficando ele internado por algum tempo. Já maior de idade, neste ano entrou em dois apartamentos em edifício localizado na Rua João Pessoa, de onde subtraiu objetos na madrugada de 20 março, quando foi preso em flagrante, ficando preso até 10 de novembro.

Dois dias depois de ser solto, em 12 de novembro, voltou a delinquir, entrando pela sacada do edifício mencionado e subtraindo R$3.000,00 em espécie. Logo após, ele fugiu para Chapecó, onde provavelmente já praticou alguns furtos (que estão sendo apurados).

Na tarde de ontem, após pedido da Polícia Civil, com manifestação favorável do Ministério Público, passado o período de restrição de prisão em razão das eleições, foi decretada pelo Juízo de Pinhalzinho a sua prisão preventiva. Pouco depois do meio-dia de hoje, ele entrou em uma residência no Bairro Maria Goretti, em Chapecó, ocasião em que a Polícia Militar foi acionada e deu cumprimento ao mandado de prisão.

Ele foi encaminhado ao Presídio de Chapecó e provavelmente agora vai ficar preso por um tempo considerável.

Últimas notícias