Cidadão pode ter até quatro armas para proteger seu patrimônio

Delegado da Polícia Federal explica trâmites para aquisição

14 de Janeiro de 2021
  • Ouvir

    Cidadão pode ter até quatro armas para proteger seu patrimônio

  •  

    Quase 180 mil novas armas de fogo foram registradas em 2020, um recorde influenciado pelas medidas do governo Jair Bolsonaro que facilitaram o acesso a esses itens no país.

    Jean Helfenstein delegado da Polícia Federal em Dionísio Cerqueira, fala sobre o assunto, e explica os trâmites do processo e quais podem ser adquiridas pelo cidadão comum.

    - “O número tem aumentado bastante em decorrência dos decretos presidenciais flexibilizando os requisitos para isso, mas não é qualquer morador que pode adquirir uma arma, são verificados antecedentes criminais, a ocupação precisa ser lícita, e é autorizada somente para que armamento permaneça na propriedade, a fim de proteção pessoal e dos bens”, explicou.

    A autoridade policial também pontua que, “a pessoa pode ter até quatro armas de uso permitido registrada no seu nome”, finalizou Helfenstein.

     

     

    Últimas notícias