PublicidadeTaça RCO

VÍDEO: 'Nem os mortos têm paz'; mal-intencionados furtam túmulos

No município de Pinhalzinho, inúmeras peças em metais valiosas foram levadas

Henrique Paulo Koch
Por Henrique Paulo Koch
28/03/2024, 20:52
Atualizado há 27 dias
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Artefatos que podem custar uma fortuna sumiram (Foto: Henrique Paulo Koch)Artefatos que podem custar uma fortuna sumiram (Foto: Henrique Paulo Koch)

Definitivamente foi-se o tempo em que cemitérios eram locais de paz. A morada eterna tem sido alvo de “gatunos” em busca de peças de cobre ou metal valioso, na região Oeste de Santa Catarina.

No município de Pinhalzinho, um furto de argolas de jazigos e túmulos que são utilizados como decoração, chamou a atenção de familiares que visitavam parentes. Cerca de 70% das peças foram levadas pelos ladrões.

Na última semana, um caso semelhante aconteceu na cidade de Nova Erechim, e revoltou a comunidade. Conforme informações, os objetos custam de R$ 50 a R$ 80 reais. 

Segundo a polícia, os mal-intencionados ainda não foram identificados. A punição para esse crime é de um a quatro anos de prisão além de multa. A pena pode aumentar se for cometida durante a noite.

Relacionadas: