Dengue: em tempos de chuva é necessário que a população fique mais atenta

Pinhalzinho tem 280 focos e um número elevado da população do mosquito Aedes Aegypti

Gilmar Bortese
Por Gilmar Bortese
20/11/2023, 17:48
Atualizado há 7 meses
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Calhas devem ser limpadas para evitar o acúmulo de água  (Foto: Ascom Pinhalzinho )Calhas devem ser limpadas para evitar o acúmulo de água (Foto: Ascom Pinhalzinho )


O combate ao mosquito Aedes Aegypti não pode parar, principalmente neste momento com grandes volumes de chuva. A população precisa ficar atenta e eliminar possíveis recipientes que possam acumular água parada. Conforme o responsável pelo Programa de Combate à Dengue, Claudir Kollet, o Estado passa por um momento delicado no enfrentamento a doença e existe a preocupação também em Pinhalzinho. 

O profissional mais uma vez reforça o pedido para que a população mantenha atenção em suas residências, evitando criadouro do mosquito. 

“Tudo nos preocupa muito e ressaltamos a população que precisamos do apoio de todos para enfrentar a dengue. Com a grande quantidade de chuva é fundamental eliminar qualquer objetivo que possa acumular água. É um momento delicado, Pinhalzinho tem no momento 280 focos, um número elevado de mosquito Aedes Aegypti no município”, explica. 

Recicla Pinhalzinho

O executivo fará neste sábado, dia 25, mais uma edição do Recicla Pinhalzinho, na praça Central. O principal foco do projeto é dar o destino correto aos lixos eletrônicos, lâmpadas, vidros e o óleo de cozinha. O recicla será das 8h às 12h. 

Relacionadas: