Alunos não estudam para prova e ameaçam professora

Preocupação tomou conta de colégio e chegou à polícia

Henrique Paulo
Por Henrique Paulo
21/06/2024, 18:38
Atualizado há cerca de 1 mês
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Situação aconteceu em Pinhalzinho (Foto: Henrique Paulo Koch)Situação aconteceu em Pinhalzinho (Foto: Henrique Paulo Koch)

Quando o assunto é violência, ela não tem hora ou lugar para acontecer, mas no município de Pinhalzinho, alguns estudantes de um colégio passaram da conta e ameaçaram jogar cadeiras contra uma professora que faria a aplicação de uma prova. O caso foi divulgado pelo delegado Lucas Almeida. 

A autoridade comenta que ficou perplexo com algumas outras situações, dentre elas, alunos que levam cigarro eletrônico e celular para a escola e sequer possuem um bom comportamento.

“Primeiramente vai uma pergunta para esses alunos, (sic) estão fazendo o que na escola? Querem aprender então precisam seguir as regras, se você é adolescente e está ameaçando o professor, vai responder por ato infracional”, destacou Almeida.

As denúncias de casos envolvendo 'brigões' nos educandários subiram cerca de 50% em 2023, informou o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania. De janeiro e setembro, foram registrados 9.530 chamados.

 

Relacionadas: