Eleitores de Brusque voltam as urnas neste domingo para escolher novo prefeito e vice

Mandato de José Ari Vequi (MDB) e Gilmar Do foi cassado pelo (TSE), por abuso de poder econômico durante a campanha de 2020

Gilmar Bortese
Por Gilmar Bortese
30/08/2023, 18:55
Atualizado há 11 meses
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Após cassação de mandatários, eleitores de Brusque voltam as urnas  (Foto: TSE)Após cassação de mandatários, eleitores de Brusque voltam as urnas (Foto: TSE)

Os eleitores de Brusque, no Vale do Itajaí, vão voltar as urnas neste domingo (3), para escolher o novo prefeito e vice-prefeito do município. A eleição suplementar irá ocorrer após a cassação dos mandatos de José Ari Vequi (MDB) e Gilmar Doerner. Todos os eleitores da cidade entre 18 e 69 anos com situação eleitoral regular são obrigados a votar. Jovens com 16 anos e pessoas acima dos 70 anos e analfabetos tem o comparecimento facultativo.

O mandato foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por abuso de poder econômico durante a campanha em 2020. Os ministros ainda votam pela perda dos direitos econômicos da dupla, assim como do empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan, que está envolvido no processo. 

Entre as condutas que teriam violado a legislação eleitoral, o empresário Luciano Hang teria utilizado a empresa Havan, "através de sua estrutura, seus bens, funcionários e fornecedores, em benefício da candidatura dos investigados José Ari Vequi e Gilmar Doerner".

O Código Eleitoral prevê novas eleições quando uma decisão da Justiça Eleitoral resulta na cassação de mandatos conquistados em pleito majoritário.

 

Relacionadas: