Menino nasce prematuro e enfrenta mais de 10 cirurgias

Família de Mondaí busca apoio financeiro

Henrique Paulo Koch
Por Henrique Paulo Koch
27/11/2023, 19:14
Atualizado há 3 meses
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Davi Lucas não fala e alimenta-se por sonda (Foto: Arquivo pessoal)Davi Lucas não fala e alimenta-se por sonda (Foto: Arquivo pessoal)

Davi Miguel de três anos poderia ter uma vida normal, engatinhar, brincar e aproveitar a sua infância, mas ele nasceu prematuro ao extremo o que limitou a sua trajetória, e agora luta para ter melhores condições. 

A família dele é de Mondaí, mas precisaram se mudar para Chapecó devido ao acompanhamento médico em hospitais. Eles estão em busca de curar o pequeno, mas precisam de apoio financeiro.

Davi não fala e sequer caminha, já passou por mais de 10 cirurgias, o que ocasionou outros problemas de saúde.  A alimentação é feita somente por sonda e a criança faz uso de gastrostomia.

“Ele precisa de tratamento intensivo durante um período longo para quem sabe reverter a situação. Os procedimentos têm um custo alto, pois é especializado para ele”, explicou o pai Alex.

Quem puder colaborar pode realizar um Pix, através do CPF da mãe de Davi: 089.912.399.60 - Jaqueline Henkel.

Relacionadas: