Futebol em segundo plano: Inter e Grêmio se negam a abandonar Rio Grande do Sul

Clubes do Brasil ofereceram estruturas para os times gaúchos treinarem durante a tragédia no estado

Gilmar Bortese
Por Gilmar Bortese
09/05/2024, 18:22
Atualizado há cerca de 1 mês
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Beira Rio e arredores seguem alagados  (Foto: Max Peixoto)Beira Rio e arredores seguem alagados (Foto: Max Peixoto)

Em entrevista nesta quarta-feira (08), o presidente do Internacional, Alessandro Barcelos afirmou que o Colorado não irá abandonar o Rio Grande do Sul durante as enchentes que o estado enfrenta. Clubes como Corinthians, Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Santos disponibilizaram seus centros de treinamento para a Inter, Grêmio e Juventude treinarem durante a tragédia que assola o Rio Grande do Sul. 

- Em torno desta informação, que os clubes estão disponibilizando suas estruturas, nós agradecemos. Mas nós não vamos abandonar o povo do Rio Grande do Sul e deixar as pessoas aqui sofrendo. Isso é fundamental, Fica a mensagem de agradecimento, mas um pedido de compreensão para acharmos uma solução que pense nas milhões de pessoas atingidas por essa tragédia - disse Barcelos ao Seleção Sportv.

O presidente do Tricolor, Alberto Guerra, também descartou qualquer possibilidade de deixar o Estado em meio ao caos. O dirigente disse que a ideia de sair, reflete a falta de compreensão do tamanho da crise que o Rio Grande do Sul passa. "É uma solução de quem está muito distante do problema", disse Alberto Guerra.

A CBF decidiu adiar os jogos do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil que envolvem clubes gaúchos até o próximo dia 27 de maio. A entidade optou por manter o andamento da competição para os demais clubes.

Relacionadas: