PM é morta pelo namorado e sogra morre ao chegar no cenário do crime

Familiar levou um tiro nas costas no portão de imóvel

Henrique Paulo Koch
Por Henrique Paulo Koch
25/06/2024, 20:21
Atualizado há 24 dias
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Marcella Christiane Rosa, de 35 anos, foi assassinada ao tentar terminar relação (Foto: Arquivo pessoal)Marcella Christiane Rosa, de 35 anos, foi assassinada ao tentar terminar relação (Foto: Arquivo pessoal)

Uma policial que atuava como enfermeira no hospital da PM de Ponta Grossa, foi morta a tiros pelo namorado nesta segunda-feira (24), em Cândido de Abreu, no estado do Paraná. Vizinhos ouviram os barulhos dos disparos de arma de fogo e chamaram a polícia.

Conforme os relatos da Polícia Militar, após cometer o crime, o suspeito tirou a própria vida com um tiro na cabeça. A arma utilizada no crime foi encontrada na mão dele. De acordo com as informações, a mãe do autor chegava no local e teria sido baleada pelas costas, morrendo no portão da residência.

“Durante a necropsia no corpo da sogra da agente, realizada pela Polícia Científica, foi constatado um ferimento por arma de fogo na região dorsal”, disse a perícia.

Segundo relatos, a militar foi identificada como Marcella Christiane Rosa. A identidade do autor dos disparos acabou sendo preservada. O caso está sendo investigado.

Relacionadas: