Espertinho tenta se aproveitar de sua profissão para abusar de mulher

O investigado já possuía condenação criminal e acabou voltando para a cadeia

Felipe Eduardo
Por Felipe Eduardo
30/06/2024, 12:43
Atualizado há 23 dias
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Imagem meramente ilustrativa (Foto: Polícia Civil)Imagem meramente ilustrativa (Foto: Polícia Civil)

Um homem de 46 anos foi preso em Xanxerê pela Polícia Civil através da DPCAMI e com o apoio da DIC, que cumpriram mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva expedidos. O indivíduo é acusado de cometer violação sexual.

O mesmo trabalha como massagista e teria se aproveitado da sua profissão para praticar ato libidinoso em sua cliente sem o consentimento dela. Segundo informado pela polícia, o caso aconteceu no início do mês de junho, quando durante o atendimento, o homem introduziu um de seus dedos no órgão genital da mulher.

A feminina pediu para que ele parasse, mas não foi atendida, chegando ao ponto de causar sangramento na parte íntima. Durante as investigações apurou-se que o investigado já possuía condenação criminal por crime contra a dignidade sexual e estava cumprindo pena em regime aberto.

Diante disso, considerando a gravidade dos fatos, visando a garantia da ordem pública e evitar para evitar a prática ou continuidade dos crimes, o Delegado de Policia representou pela prisão preventiva, bem como por busca e apreensão em face do investigado, medidas que foram prontamente deferidas pelo Poder Judiciário, após manifestação favorável do Ministério Público e cumpridas na data de ontem pela Polícia Civil.

Relacionadas: