Júri envolvendo morte de segurança termina em condenação

Segundo a denúncia, o crime ganhou repercussão na comunidade devido a brutalidade

Henrique Paulo Koch
Por Henrique Paulo Koch
11/05/2024, 15:29
Atualizado há cerca de 1 mês
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Caso foi julgado no Fórum de Pinhalzinho (Foto: Henrique Paulo Koch)Caso foi julgado no Fórum de Pinhalzinho (Foto: Henrique Paulo Koch)

Após mais de 20 horas de julgamento, dois réus foram condenados pela morte de um segurança próximo a uma casa de shows no município de Pinhalzinho. A pena foi de 18 e 22 anos de prisão em regime fechado para os réus. Eles também eram acusados pela tentativa de assassinato do colega da vítima. 

Segundo a denúncia o crime aconteceu em janeiro do ano passado e ganhou repercussão na comunidade devido a brutalidade do caso. Conforme investigações, a dupla alcoolizada causou tumulto dentro da boate e foram retirados pelos guardas.

Conforme o Ministério Público, um dos envolvidos com um facão em mãos, acompanhando de um adolescente permanecerem no lado de fora do local como verdadeiros “olheiros do crime”, e ficaram observando quando a vítima foi até seu veículo para pegar um chiclete, neste momento o autor realizou o golpe fatal. 

Durante esta sexta-feira (10) foram ouvidas várias testemunhas. A acusação ficou por conta do promotor de Justiça Edisson de Melo Menezes.

Relacionadas: