Pedradas, perseguição e prisão: o que se sabe sobre assassinato em Pinhalzinho

Segundo a investigação, tentou correr do autor mas foi alcançado e espancado

Henrique Paulo Koch
Por Henrique Paulo Koch
02/02/2024, 19:30
Atualizado há 22 dias
WhatsappFacebookTwitterTelegram
Polícia desvendou o crime em menos de 24 horas (Foto: Divulgação)Polícia desvendou o crime em menos de 24 horas (Foto: Divulgação)

Após um trabalho rápido, a Polícia Civil elucidou o caso envolvendo a morte de um homem de 29 anos, que foi cruelmente assassinado em Pinhalzinho. 

O delegado Lucas Almeida explica que a vítima foi encontrada por volta da 1h da manhã de quinta-feira, dia 1, pelo Corpo de Bombeiros, com diversas marcas de agressões no rosto e na cabeça. 

A autoridade acrescenta que a investigação constatou que na noite do crime houve uma discussão em um bar entre o suspeito, de 33 anos, e o outro envolvido, que evoluiu para uma briga, com arremessos de pedra, e perseguição. 

"A vítima estava bastante embriagada, e logo foi alcançada pelo suspeito, que lhe espancou até a morte. Nesta tarde o envolvido que já possuía passagens por tráfico de drogas foi preso no município de Maravilha e encaminhado ao presídio. Em interrogatório, o detido não quis dar declarações", disse Almeida.

Relacionadas: