PublicidadeTaça RCO

Santa Catarina decreta situação de emergência por causa da dengue

A governadora em exercício, Marilisa Boehm, ressaltou que o Estado de Santa Catarina está engajado no combate à dengue

Gilmar Bortese
Por Gilmar Bortese
22/02/2024, 17:16
Atualizado há cerca de 2 meses
WhatsappFacebookTwitterTelegram
A governadora em exercício, Marilisa Boehm, assinou o decreto neste manhã (Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom)A governadora em exercício, Marilisa Boehm, assinou o decreto neste manhã (Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom)

A governadora do Estado em exercício, Marilisa Boehm, a Secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto e o Diretor da Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, João Augusto Brancher Fuck assinaram na manhã desta quinta-feira, 22, o Decreto Emergencial Epidemiológico em razão da Infestação do mosquito Aedes aegypti em Santa Catarina. O ato ocorreu na sede da Defesa Civil, em Joinville, um dos municípios mais afetados pela doença e que, até agora, registra o maior número de óbitos por dengue no estado.

O elevado número de municípios infestados pelo mosquito Aedes aegypti; o elevado número de casos prováveis de dengue notificados quando comparado ao mesmo período de 2023; o registro de óbitos em decorrência da dengue e a ocorrência de eventos que apresentam potencial risco de extrapolação da capacidade de resposta, bem como de saturação do Sistema Único de Saúde (SUS) sob a direção municipal e estadual são as justificativa para que o Governo do Estado lance mão do instrumento.

A governadora do Estado em exercício, Marilisa Boehm, ressaltou que o Estado de Santa Catarina está engajado no combate à dengue. “Vamos vencer essa doença, nós precisamos agora é a ajuda da população, sem essa ajuda não conseguiremos vencer o mosquito da dengue. Temos que estar irmanados para combater o mosquito da dengue, então eu peço a toda a população a máxima colaboração. Joinville é uma cidade que chove muito, é uma cidade quente, então uma cidade propícia à multiplicação desse mosquito, então eu peço a toda a população que todos os dias deem uma olhada nas suas casas”.

Relacionadas: